Tags de mala Turquia

Fim de ano chegando, época de novas viagens e aquela coisa toda… e meu planejamento de viagem mudou inesperadamente para Turquia. Não que eu não quisesse ir pra lá (sempre quis na verdade), mas eu estava planejando algo como Vietnã, Camboja e Laos. Por livre e espontânea pressão familiar e por uma promoção bastante boa, mudamos tudo pra Turquia.

Toda essa introdução pessoal para dizer que junto com uma nova viagem, vem um novo lançamento de tags de mala Turquia, afinal, todo mundo quer viajar com a mala bonitinha e identificada. Criei um modelo novo e especial pra viagem, azul pros meninos e roxo oras meninas, olha só:

tags de mala turquia

Curtiram? Já estão na loja, junto com outros modelos. Acabei me empolgando nesse lance de tag da Turquia e fiz mais alguns, os da coleção Turquia Fun, também já à venda.

tags de mala turquia

Agora é só contar os dias pra viajar. Depois de adulto a gente não conta mais os dias pro Natal, e sim pra viagem de fim de ano (que pra mim sempre é 25 ou 26/12). #quecheguelogo

Sawgrass Mill, como sobreviver e aproveitar bem

Nem eu e nem a Mari somos do tipo que faz viagem para compras. Porém, contudo, todavia, não posso fazer nada se me aparece um Outlet enorme na minha frente, né? Claro que quando falamos de viagem para os EUA (e principalmente Miami e arredores), a primeira coisa que vem em mente é: Outlets.

Como não sou A enlouquecida das compras, nessa viagem fui apenas e somente no Sawgrass Mills, não cheguei a ir nos outros da região. Três motivos: 1.não sou tão fã assim; 2.não estava de carro e preferi usar meu tempo de outra forma; 3.acabou o dinheiro no primeiro, hehe.

E antes de sair pra lá com cartões e dólares em mãos, é bom saber como ele é e criar sua estratégia de compras. Sim, isso mesmo, estratégia de compras. E saber algumas coisinhas que definitivamente vão acontecer:

1. Saiba como é o local

Parece besteira, mas quanto mais e melhor a gente sabe sobre onde vamos visitar, melhor. E essa regra se aplica sim aos Outlets. É bom saber previamente onde ele fica, como chegar, quanto tempo leva para ir do seu hotel até lá, horário de abertura e fechamento, quais lojas tem e se der, baixar o mapinha antes.

mapa sawgrass mills

Endereço: 12801 W Sunrise Blvd, Sunrise

Coisas básicas que fazemos pra qualquer ponto turístico. O Sawgrass Mills é um ponto turístico, você vai encontrar dezenas de brasileiros e gente de tudo que é canto. Ele é cheio, é gigantesco e não é legal se perder e muito menos perder tempo procurando lojas ou amigos/familiares.

É bom marcarem algum ponto de encontro lá dentro e talvez um encontro a cada 2h ou algo assim. Porque convenhamos, vocês não irão todos nas mesmas lojas e não tem o mesmo ritmo de compras.

Gente, não tem tempo pra perder! Em um dia você não consegue ver e entrar em todas as lojas, fique ciente disso.

2. Baixe cupons de desconto

No site do Sawgrass Mills tem cupons de descontos de todas as lojas. É só clicar em “deals” que vão aparecer todo. Aí é só imprimir e ser mais feliz!

cupons sawgrass Mills

Tem vários tipos de cupons e eles tem datas para expirar. Fique atento.

3. Reserve o dia

Como falei acima, o Outlet é grande mesmo. Não pense que você vai chegar lá e em 2h vai fazer as compras e pronto. Pode reservar o dia todo pra isso, ou pelo menos toda a tarde. Até porque assim tem tempo pra parar, comer alguma coisa, descansar um pouquinho e continuar.

Fique tranquilo que lá tem várias opções pra comer. Vai com fé!

4. Escolha quais lojas você mais gosta e quer entrar

Isso é importantíssimo! O Sawgrass Mills é enorme, tem mais de 200 lojas e imagino que nem todas te interessem. Você pode conferir no site o que tem e escolher as que mais gosta para ir.

Se você pelo menos souber onde quer ir, já agiliza tudo. Dá pra pegar o mapa do shopping e traçar o roteiro de compras. Ver quais ficam nos mesmos corredores, qual ordem seguir, quais são prioridade e quais não são.

Neste link você encontra o mapa pra baixar e imprimir. Na pior das hipóteses, lá também tem mapas impressos disponíveis, e dá pra chegar mais cedo e se resolver ali mesmo. E olha, eu recomendo fortemente fazer isso antes de cair nas compras.

5. Separe o dinheiro que pode gastar lá

É ideal estipular quanto dinheiro você tem disponível para as compras antes de entrar no Outlet. Bom, a não ser que você seja um mega milionário sem limites no cartão (eu não, he).

É fácil perder o controle, é uma loucura, é desconto pra tudo que é lado, é marca boa, é coisa legal, é o fervor do momento. Eu já falei aqui que mega controlo meus gastos em viagem, que anoto tudo pra não me perder e passar aperto, e aqui é a mesma coisa. Quando vou nos Outlets eu estipulo um valor x máximo pra gastar com isso e vou controlando a cada nova compra. Vou somando os valores pra não acabar tudo na metade e também pra não passar vontade porque achei que não ia ter dinheiro. Se você gastar menos do que estipulou, maravilha! Merece um prêmio, hehe.

6. Prepare-se para carregar peso e muita coisa

Por mais “não sou consumista” que você seja, vai acabar comprando algumas coisinhas. Algumas coisinhas estarão em mais do que 3 sacolas, tenho certeza, e andar o dia todo carregando coisa é cansativo. Começa a machucar a mão, pesa no braço, o ombro dói, atrapalha pra andar, bate nas pessoas, é difícil de ver as araras das lojas… só posso dizer que faz parte, supere.

Se você puder e quiser, leve uma mala de viagem junto. É super comum e tem gente que leva malona! É mais fácil pra carregar, mas também pode atrapalhar pra se mexer dentro de algumas lojas.

No shopping tem alguns lugares que dá pra deixar as compras enquanto você compra mais. Mas sabe, eu não confio muito não. De qualquer forma, tem essa opção se você estiver muito incomodado.

7. Vá descansado

Você vai andar o dia inteiro. E vai andar aquele passo lento que eu chamo “passo-museu” que é o que mais cansa na vida! Pra mim, o passo-museu é mais cansativo do que correr uma maratona. Detona demais minha coluna e cansa muito as pernas. A gente vai naquele passinho devagar achando que tá susse, mas no fim do dia não dá mais pra ficar de pé.

Sem contar que é passo-museu carregando toneladas de sacolas, vide item anterior. Então, a dica de ouro final é: vá descansado. Não se acabe no dia anterior, não faça algo muito louco de manhã pra ir pro Outlet a tarde, não durma de madrugada. Descanse, durma bem e procure estar bem disposto pro dia do Sawgrass Mills (ou qualquer outro Outlet). Porque você vai acabar o dia mortinho, tipo assim:

sawgrass millsÉ isso que o Sawgrass Mills faz com as pessoas.

Chima: o melhor restaurante brasileiro fora do Brasil que eu fui

A gente viaja, vai pra lugar diferente, come comida local, mas sempre busca algum lugar com comida de casa (a.k.a brasileira) pra pelo menos uma refeição, não é mesmo? Não sei vocês, mas eu sinto falta da nossa comida, do nosso tempero, do nosso jeitinho alimentício quando viajo. Nas viagens acabo ficando dividida entre comida local x comida que eu gosto, porque sabe, eu acho que comer bem é uma coisa importante. Odeio fazer turismo com fome, sabe como?

Fui pros EUA agora e lá tem bastante fast food, e 15 dias comendo hamburguer não rola. Pra minha surpresa Fort Lauderdale tem bastante opção fora do burguer + fritas e inclusive encontrei 2 churrascarias rodízio por lá. A primeira que conheci foi a Chima (de chimarrão) e gente, me senti no Brasil do começo ao fim. Poupem-me do discurso “tá viajando, aproveita a cultura local”, ok? Não tava afim de 15 dias comendo comida local e um dia na viagem não mata ninguém, principalmente se for pra comer bem. Benzaço, diga-se de passagem.

O Chima é O lugar lindo, de bom gosto, decoração simples e refinada que só de ver já dá vontade. Restaurante enorme, espaçoso, fácil de circular. Funciona igual às nossas churrascarias rodízio, com buffet de salada e acompanhamentos, e as carnes vem na mesa. Uma diferença: sem essa de 1001 massas junto.

chima entrada

As carnes estavam espetaculares e sim, tinha muita picanha. Não lembro agora exatamente quantos tipos de carne estão no menu, mas são mais de 15. No buffet tem muitas boas opções também, e na mesa ainda tem pão de queijo e mandioca.

buffet chima

O mais legal é ir com gente não brasileira nesses restaurantes. Pra eles é tudo muito novo e é legal contar como é, o que é o que, como comer isso ou aquilo. Tipo carne com farofa? Não é comum por lá, então é legal explicar um pouquinho da nossa cultura.

pão de queijo chima

Outra coisa sensacional do Chima é a caipirinha. Eu sempre invoco com caipirinha fora do Brasil, ninguém consegue fazer direito!! Lá estava ótima. Ok, os donos são brasileiros, metade dos graçons também e aí já sabe, a coisa flui. Pode pedir com fé.

Pra finalizar, sobremesa obviamente. O cardápio é separado e os garçons te mostram as opções num iPad. Custam cerca de 9 dólares cada, e pela primeira vez na vida, a sobremesa era maior do que a foto (sempre é o contrário). Não vou falar pra você não se acabar tanto no rodízio porque né, é um rodízio, mas guarda um espacinho pra sobremesa que vale a pena.

sobremesas chima

Ah só mais um detalhe: atendimento. Perfeito! Todos muito atenciosos, simpáticos e prestativos. Não tivemos que esperar muito por absolutamente nada que pedimos. Além disso, boa parte da equipe é brasileira, então facilita bastante pra pedir a carne do jeito que você gosta e pra pedir coisas bem brasileiras como farofa e mandioca.

No Chima basicamente não tem como errar. É relembrar de casa e comer muito bem. Recomendo fortemente pra quem estiver em Fort Lauderdale e região.

Endereço: 2400, E Las Olas Blvd

Thasos: o melhor restaurante grego de Fort Lauderdale

Nunca nessa vida tinha ido a um restaurante tipicamente grego. Acho que aqui em Curitiba não tem um específico assim, e quando tive a oportunidade de conhecer o Thasos lá em Fort Lauderdale, não hesitei.

Thasos

O lugar começa a conquistar pela decoração. Gente, é absurda de linda! Por fora ele já é todo moderno e trabalhado nas luzes. Lá dentro é tudo lindo demais, tudo com branco e toques em azul, iluminação perfeita e não sei, realmente me senti em um santinho da Grécia (e olha que nem fui pra lá ainda!). Bom, pra vocês terem ideia, o restaurante já foi premiado pela decoração, então não, não estou exagerando.

thasos

A chef Sophia é grega e está sempre por lá. Ela cuida de tudo, fica de olho em tudo o que acontece no restaurante e por isso tudo é sempre muito perfeito. Uma coisa que ela me contou foi que todos os ingredientes que ela usa na cozinha são naturais, frescos, com pouquíssima gordura e peixes muito frescos. Isso faz muita diferença, porque depois de comer um montão, não ficamos com aquela sensação de estufamento. Digo isso porque ela fez eu experimentar metade do cardápio e no fim estava super bem. A comida é muito leve mesmo.

Agora ao que interessa: a comida. Começamos com uma das famosas saladas gregas e com o queijo com limão que vem pegando fogo pra mesa:

queijo thasos

Agora esse queijo gente… esse queijo! Peçam. Comecem por ele. É incrível e nunca comi nada igual. Depois vieram bolinhos de cordeiro. Eu nem sou fã de cordeiro, mas experimentei esses que mandaram pra mesa e no fim das contas, de tudo que experimentei lá, ficaram em terceiro lugar no meu ranking da noite. Importantão né?

bolinho de cordeiro

Depois vieram os peixes, um salmão e o branzino, que nunca ouvi falar. O branzino é um peixe típico do Mediterrâneo e eu AMEI MUITO. Ele tem um sabor diferente, é leve, é fresco. Nossa gostei muito mais do que o salmão, que desponta como favorito de quase todo mundo.

branzino e salmão thasos

Também experimentamos outros muitas opções lá, todas muito boas. Basicamente, você pode pedir qualquer coisa do cardápio, porque não tem coisa ruim lá. Pra quem gosta de camarão, lula e caranguejo, tem tudo isso lá também (eu não curto, então não experimentei esses, he).

Pra finalizar a melhor parte: sobremesa. Experimentei o mousse de chocolate, que é na verdade meio diferente do que conhecemos por aqui. Ele é tipo um creminho gratinado com chocolate e tudo o mais. Uma delícia e que dá pra dividir porque realmente é meio grande.

sobremesa thasos

Se gostar de vinho, experimente os pratos com os vinhos gregos do cardápio. #ficadica

Endereço: 3330 E Oakland Park Blvd

O que importa: onde comer chocolate em Fort Lauderdale

É, chegou a hora de falar do que realmente importa: chocolate. Claro que na minha viagem eu busquei conhecer boas lojas e lugares pra comer chocolate em Fort Lauderdale. A boa notícia é que, apesar do calor que faz lá, eles tem pontos incríveis pra ser feliz e engordar um pouquinho.

Jan’s Homemade

Olha, esse lugar não é tão central e tenho certeza que qualquer pessoa passaria na frente sem nem perceber a loja. Ela fica na Ocean Drive, em Lauderdale-by-the-sea (um dos balneários que compõe Fort) e pra completar, fica meio escondidinha, depois do estacionamento de um complexo de apartamentos e lojinhas.

jen's homemade chocolate fort lauderdale

Porém, por mais não convidativa que a fachada seja, é ali que está o chocolate premiadíssimo da cidade. A pequena loja já recebeu o prêmio de melhor chocolate por 4 anos consecutivos, e sim, tão merecendo.

Os donos são uns queridos, muito atenciosos e simpáticos e estão sempre lá fazendo o chocolate. A mini fábrica fica ali atrás da loja mesmo, e é tudo feito ali por eles com muito amor e carinho.

São várias opções de chocolates todos lindos pra escolher. Tem de pasta de amendoim, de banana, de cereja, de coco, de chá verde (aham, isso mesmo, e é bom!), de tudo e mais um pouco. Os focinhos também tem formatos diferentes e muito gracinha.

jen's homemade chocolate fort lauderdale

Outra coisa legal é que eles tem um chocolate bem famoso na região, um meio amargo com frutas e sementes que é muito saudável e energético. O dono de lá corre maratonas, então o cara manja do que pode ajudá-lo nessa, e por isso criou um tablete bem especial pra quem quer comer chocolate E ser saudável também.

jen's homemade chocolate fort lauderdaleMinha dica não saudável: sapinhos.

E por fim, pra te convencer mais ainda a ir até lá, conto que eles fazem um trabalho incrível para os soldados americanos que voltam da guerra. Ajudaram vários já e tem foto com alguns lá na loja. É muito lindo o que eles fazem, vale a pena pedir pra ouvir as histórias!

jen's homemade chocolate fort lauderdale

Endereço: 4327 N Ocean Dr

Hoffman’s

Ok, aqui a coisa é meio tendenciosa porque a loja tem o MEU SOBRENOME! Não sei vocês, mas eu acho mágico quando encontro algum lugar que tem meu nome ou sobrenome, fico que nem monta e fotografando, hehe.

hoffman's chocolates

Bom, nesse caso foi ainda mais legal, porque né, chocolate!

Brincadeiras a parte, estive mais de uma vez na loja, tanto que adorei. Ela fica na Las Olas, a rua mais movimentadinha e cool da cidade. De fora é uma gracinha, toda com azul e branco, e dentro é o paraíso. Assim como na Jen’s, eles tem muitas opções de chocolate com recheios deliciosos.

hoffman's

Fui na época do Halloween e tinham uns chocolates e bolachas decoradas muito lindos. Dava vontade de comer tudo!

Falando em comer, a coisa maravilhosa dessa loja é que você pode pedir pra experimentar antes de comprar. Aí ok, pensamos que vem um pedacinho de nada apenas “para experimentar”, certo? Errado! Eles dão um chocolate grande e digno mesmo. É inacreditável!

Quem quiser ainda pode tomar um sorvete da marca ou então levar esses pacotes de bolinhas recheadas pra comer em casa. Aliás, essa é minha dica de ouro, porque Deus-do-céu, bom demais!

hoffman's fort lauderdale

Endereço: 920 E Las Olas Blvd

Kilwins

A Kilwins fica quase em frente da Hoffman’s e também é uma gracinha. Na vitrine de fora já dá pra ver umas delícias sendo confeccionadas, e lá dentro é aquele cheiro hipnotizador.

kilwins fort lauderdale

Lá você encontra um montão de opções gostosas e chocolates fofos. Essa marca é bem mais conhecida que as outras, mas na minha opinião o chocolate não ganha em nada das outras, sabe como?

kilwins

Lá não tem chocolatinho pra experimentar, achei o atendimento um pouco mais frio. Porém, contudo, todavia, as bolinhas recheadas são o máximo!

kilwins

Endereço: 809 E Las Olas Blvd

Godiva

Godiva… é bem famosa né? Eles tem várias lojas espalhadas e inclusive tem no outlet, o que é ótimo pra recarregar as energias de compras, convenhamos.

Pra mim a grande estrela da marca são os morangos com chocolate, que dá pra comprar em cones. O problema é o preço. A Godiva é muito, muito cara, pelo menos pra mim, pelo menos pra quem ganha em real. O cone de 4 morangos com chocolate sai por 14 dólares, mais de R$ 32!! Demais né? Mas enfim, pelo menos uma vez vale a pena.

godiva morangos

Endereço: The Galleria at Fort Lauderdale, 2394 E Sunrise Blvd

1 2 3 270